((( Quem mexeu no meu iPod?)))
Quem Mexeu no Meu iPod?






5.3.18

Favoritos de 2017 | Séries - Parte 2

Share




Parte 2 | De M a T Veja a Parte 2 aqui


Confira as séries que nos deixaram maratonando durante o ano passado!

Master of None | Temporada 2



A série é uma constante aventura: permeia tons e o foco de forma bem estilosa e com uma qualidade IMPECÁVEL onde cada episódio é diferente do outro. Os risos vem tão fáceis quanto as emoções sutis dos personagens bem construídos desta segunda e maravilhosa temporada que começa na Itália num inesquecível primeiro episódio em preto e branco. Allora! Outro destaque é o episódio 8 (Thanksgiving) vencedor do Emmy e baseado em fatos (muito) reais da atriz e roteirista Lena Waithe. Onde assistir: Netflix

Mindhunter | Temporada 1



Mindhunter está contando uma longa história, uma que requer um pouco de paciência no comecinho para engatar e engajar em múltiplos níveis com personagens fortes e uma estrutura de episódios atraente (um dos responsáveis pela série é o aclamado diretor David Fincher). Ela tem MUITO conteúdo em seus 10 episódios. Destaque para a reconstrução das entrevistas dos serial killers - assista aos vídeos de comparação, é assustador! Disponível na Netflix.

Mr. Robot | Temporada 3



Se eu fosse um personagem de Mr. Robot com uma arma apontada na cabeça pelos capangas da whiterose e eu tivesse que responder quais são as 3 melhores séries em atividade no momento uma delas seria Mr. Robot. Foram GRANDES e inesquecíveis momentos nesta terceira temporada. Dragão zumbi de gelo?! Tô fora! Pego meu hackerzinho e vou embora! Veja na Amazon Prime Video.

Review | Temporada 3



Bom, vamos lá. Review foi cancelada. A terceira e última temporada teve somente 3 episódios. Três MARAVILHOSOS episódios. A série, na minha opinião, é o mais perto do que vamos ver de um live-action de South Park: carregada de um humor super obscuro. A atuação de Andy Daly é tão perfeita e o mundo criado ao seu redor tão convincente que a comédia se transforma em tragédia que resulta em espasmos de gargalhadas desenfreadas. Onde assistir: somente baixando. Talvez no tuga flix.

Rick and Morty | Temporada 3



Esse desenho animado é uma das obras mais engraçadas, filosóficas e inteligentes da década. Hilária até mesmo quando entra numa vibe dark e pessimista, mas isso só confirma o quanto essa série selvagem viaja entre violência pura, niilismos hilariantes tirando sarro dos clichês da ficção científica e da ciência. Se ainda não conhece, assista às duas primeiras temporadas na Netflix e se joga nessa loucura. A terceira só baixando.

She's Gotta Have It | Temporada 1



Honey, o primeiro trampo do Spike Lee na Netflix é uma atualização para os dias de hoje do seu primeiro filme de 1986 sobre uma mina artista do poliamor que se relaciona com 3 caras e uma mina de acordo com seu humor e desejos. A série é bem diferente do que se vem produzindo na Netflix: visualmente impactante, elenco perfeito e super entregue, trilha sonora super gostosa (o diretor sempre coloca a capa do disco da música que estava tocando ao cortar uma cena) e o mais importante: uma série cheia de vozes e representatividade e atual (as cenas dos personagens reagindo a vitória de Donald Trump é sensacional). Nola Darling já é uma personagem inesquecível!

Stranger Things | Temporada 2



Mesmo ainda fazendo diversas referências aos anos 80, a série mais falada da vez "toda vez" toma um certo rumo próprio a dar mais profundidade e relações aos seus queridos personagens.

The Deuce | Temporada 1



HBO. Nova Iorque. Anos 70. Drogas. Sexo. Rock n' Roll. Muita droga. Bares quentes. Inferninhos. Cafetões. Submundo. Prostitutas. Vídeos pornográficos amadores lucrativos. Wannabe Martin Scorsese fase clássica. Direções (principal, arte, foto) impecáveis (cada episódio é um filme). Criado por David Simon e George Pelecanos (The Wire, Treme). Trilha sonora FODA. Quer mais motivos para ver essa série? Maggie Gyllenhaal no melhor papel da sua carreira. Onde ver: HBO GO.

The Good Place | Temporadas 1 e 2



Sabe quando você quer ver algo leve? Veja The Good Place. Sabe quando esse algo leve vai se transformando num pesadelo existencial absurdo que você não sabe ONDE e COMO vai parar e as consequências são inimagináveis? Então você está no Bad Place. Devo avisar: ela demora um pouco para engrenar e o humor nonsense pode não agradar a todos. Muitas vezes eu estava no meio de um episódio e detestando seu rumo. Daí vinha o final e pronto, já queria outro. De qualquer forma, é a minha comédia favorita em cartaz: bobinha, inteligente e as vezes, terrivelmente profunda. Só sei que quando morrer não quero ir num lugar nem pro outro hahaha A maratona você começa na Netflix.

The Handmaid's Tale | Temporada 1



WOW! Que série! Assustadora (a trilha sonora é de filme de terror clássico), per-fei-ta-men-te filmada em todos os sentidos e cheia de performances dignas de prêmios (Elizabeth Moss ❤️), absolutamente irritante (do sentido passar raiva) e oportuna para os dias de hoje. Não faltam elogios para essa série bela, imersiva, e acima de tudo, impressionante. Onde ver: baixando.

The Leftovers | Temporada 3 (Final)



The Leftovers já entrou para história logo na primeira temporada graças ao seu mistério (quem precisa de respostas no final das contas?) e a sua estrutura narrativa nunca vista antes desde LOST (as duas séries são do mesmo criador). Essa estrutura narrativa só viria a ser renovada em Twin Peaks - O Retorno, mas esse é um outro texto. De volta a The Leftovers: não espere nada e aprecie tudo. Assim eu poderia indicar The Leftovers, uma série ousada que pega as maiores e mais assustadoras questões e as transformam numa história de amor e perda. Umas das melhores séries dos últimos anos terminou e vai fazer falta. Um grande destaque: a atuação foda de Amy Brenneman. Veja tudinho na HBO GO.

The Young Pope | Mini-série (ou temporada 1)



Se você trabalha com comunicação e/ou marketing: assista. Se você quer ver uma história inovadora, sagaz, ácida, sarcástica, misteriosa, complexa, sobre um panteão sagrado e clássico ao mesmo tempo de uma grande beleza e grosteca como nunca visto antes: assista. Ou se você quiser ver o mais novo trabalho do cineasta italiano Paolo Sorrentino (A Grande Beleza) com plena liberdade para a HBO e estrelando Jude Law (em seu melhor papel), Diane Keaton (perfeita) e grande elenco: assista. Não sei você, mas já estou na fila para me comungar. Disponível na HBO GO.

14.2.18

Favoritos 2017 | Séries - Parte 1

Share




Parte 1 | De A a L


Confira as séries que nos deixaram maratonando durante o ano passado!

American Gods | Temporada 1



O universo de Neil Gaiman traduzido cinematograficamente por Bryan Fuller (da série Hannibal). Um deleite visual numa jornada que mistura o fantástico e o sobrenatural mundo dos Deuses. Onde assistir: Amazon Prime.

American Vandal | Temporada 1



Feito no formato de falso documentário, essa série de mistério satiriza o mundo adolescente americano com um comprometimento assustador! Onde assistir: Netflix.

Better Call Saul | Temporada 3



Os pontos que ligam "Better Call Saul" a "Breaking Bad" ficaram mais fortes nesta brilhante terceira temporada. Jimmy é um dos melhores personagens já criados graças ao talento de Bob Odenkirk. Vince Gillian é rei! Onde assistir: Netflix.

Better Things | Temporada 2



A série ficou muito mais foda ao ficar menor, mais íntima e focada. Teve uma ótima primeira temporada e agora só melhorou. Sobre superar um dia, uma semana, uma vida. Raivosa, mas nunca amarga. E fofa sem ser cafona. Onde assistir: baixando no torrent ou tuga flix.

Big Little Lies | Temporada 1



Que delícia é assistir as cenas de Nicole Kidman, Reese Witherspoon, Shailene Woodley e Laura Dern enquanto suas intimidades são colocadas à tona nesta bela trama de mistério, problemas femininos, banalidades e psicoses. Trilha sonora impecável. Onde assistir: HBO GO.

Big Mouth | Temporada 1



Uma série animada da Netflix sobre garotos e garotas entrando na puberdade. Além de muito engraçada, é incrivelmente honesta. Sempre dizendo a verdade e mostrando (literalmente) tudo. Quem curtiu Freaks and Geeks vai curtir também.

BoJack Horseman | Temporada 4



A série animada sobre um cavalo superstar em Hollywood volta para uma quarta temporada mais ácida, mais engraçada e com muito mais reflexões psicológicas em seu humor nonsense e enredos sensíveis. Onde ver: Netflix.

DARK | Temporada 1



Venha pelo suspense e fique pelas insanidades das viagens no tempo! Uma bela produção com personagens bem construídos e narrativa complexa que te prende a cada final de episódio. Onde ver: Netflix.

Dear White People | Temporada 1



Escrita afiada e contemporânea recheada de bons personagens balanceando perfeitamente entre as alegrias e os traumas. Entretenimento para pensar e para deixar Spike Lee e os irmãos Coen orgulhosos. Disponível na Netflix.

Feud | Temporada 1



A série Feud, sobre a melhor treta de Hollywood (Bette Davis vs. Joan Crawford), é realmente espetacular! Ryan Murphy acertou novamente! Que elenco maravilhoso! Todas estão perfeitas! Tortura psicológica nunca foi tão elegante! Onde ver: Fox Premium ou torrents.

GLOW | Temporada 1



Tá precisando de uma série tranquila depois de muitos finais chocantes, violência, traumas psicológicos e deturpação da mente? Tá aqui: Glow é divertida, bem feita e com um elenco afiado e dedicado. As mina pira! Dá o play e relaxa. Onde ver: Netflix.

I LOVE DICK | Temporada 1



Taí uma série que não vai agradar todo mundo, mas aqueles dispostos a se comprometer (e baixar os episódios) vai encontrar uma história fascinante sobre o feminino, o poder, o sexo, a mente e o desejo. Rica, inteligente e excêntrica são os adjetivos para essa série adulta. Eu gosto. É muito adulto. Onde assistir: só baixando via torrents. Infelizmente ela foi cancelada, mas vale a pena ver.

Legion | Temporada 1



A primeira série derivada do universo X-Men. E se todas forem nessa pegada, pode mandar mais! Legion é bem diferente de muita coisa que tá no ar: tem um storytelling bem criativo no melhor formato "não faço ideia do que está acontecendo" + "junte as peças", um visual dinâmico e bem bonito (ótimos efeitos) e para quem gosta de quadrinhos, a estrutura tá lá. Além disso, trata muito bem sobre o assunto de doenças mentais. Onde assistir: Fox Premium.

Parte 2: em breve.

6.2.18

Any Shuffle 101 Feeling Good Is Overrated

Share



“When I am most deeply rooted, I feel the wildest desire to uproot myself.”
― Anaïs Nin


Baixe aqui (salvar arquivo como...)

01 Nina Persson - Losing My Religion
02 The Cranberries - When You're Gone
03 Lush - 500
04 The Bangles - Lay Yourself Down
05 Yo La Tengo - Our Way to Fall
06 Pavement - Harness Your Hopes
07 Pavement - Gold Soundz
08 Tears for Fears - Falling Down
09 My Bloody Valentine - Nothing Much to Lose
10 Sonic Youth - Do You Believe in Rapture?

22.1.18

Calor da Porra - Uma Playlist no Spotify

Share



Ligue o ar condicionado, mergulhe na piscina, deite na areia e vire milanesa, derreta-se dentro de um sorvete, tome um banho de chuva. Levante as mãos e agradeça ao aquecimento global. Limpe o suor, dê o play e se esquente nesses groovies. Uff! Que calor!

31.12.17

Any Shuffle 100 Season Finale 2017

Share


Previously on Season Finale: 2010, 2011, 2012, 2013, 2014, 2015 e 2016...


Baixe aqui (salvar arquivo como...)

01 Carla Bruni - Absolute Beginners
02 Roy Orbison - In Dreams
03 Blonde Redhead - In Particular
04 Father John Misty - Ballad of Dying Man
05 Radiohead - Lift
06 PJ Harvey feat. Thom Yorke - The Mess We’re In
07 Young Fathers - Only God Knows
08 Future Island feat. Debbie Harry - Shadows
09 Fleet Foxes - I Am All That I Need
10 Depeche Mode - But Not Tonight
11 The Beatles - Across the Universe
Depois de 100 o resto é igual.

To be continued...

25.12.17

Favoritos 2017 | Álbuns

Share


Confira os discos que mais rodaram no nosso iPod em 2017!



Alvvays - Antisocialites
Austra - Future Politics

Baco Exu do Blues - Esú



Beck - Colors



Big Thief - Capacity


Björk - Utopia
Blondie - Pollinator

Charlotte Gainsbourg - Rest


Courtney Barnett and Kurt Vile - Lotta Sea Lice

Criolo - Espiral de Ilusão



Depeche Mode - Spirit



Dua Lipa - Dua Lipa



Elbow - Little Fictions



Father John Misty - Pure Comedy

Os Melhores Filmes de 2017 por John Waters

Share



Uma pessoa cujas opiniões sobre filmes que sempre achamos interessante é John Waters, considerando quão influente é a sua estética pessoal do cinema-trash nas últimas cinco décadas. Como sabem, né? Bom gosto é igual... De qualquer forma, o mestre John Waters divulgou sua lista anual dos 10 melhores filmes de 2017 e, como você poderia esperar, é uma mistura eclética. Confira abaixo!



1 EM RITMO DE FUGA (BABY DRIVER, Edgar Wright)
O melhor filme do ano é um thriller pipocão, um filme de arte e um clássico filme de carros que arrecadou mais de $100 milhões de dólares. Merecido! Ver a estrela Ansel Elgort foi como ver o John Travolta em "Os Embalos de Sábado à Noite" pela primeira vez!


2 EU, OLGA HEPNAROVÁ (I, OLGA HEPNAROVÁ, Petr Kazda and Tomáš Weinreb)
Um docudrama hipnótico em preto e branco baseado no caso de uma bela lésbica de 22 anos que fuma mais que uma chaminé de Praga que em 1973 subiu num caminhão e estraçalhou dois pedestres numa calçada. Humor seco, mesmo!



3 THE STRANGE ONES (Christopher Radcliff and Lauren Wolkstein)
Este drama brilhantemente bem concebido, muito lento para chegar onde se deve, puxa o tapete da zona de conforto de toda o público, fazendo-lhes perguntas sobre relações sexuais entre adultos e adolescentes que nunca ninguém quis considerar.

4 NOCTURAMA (Bertrand Bonello)
Um filme longo e completamente irresponsável sobre terroristas franceses adolescentes que explodem edifícios em Paris sem nenhum motivo, depois se escondem da polícia em um shopping de luxo, onde assistem a cobertura de suas façanhas em televisores de alta resolução que eles gostariam de ter.



5 SEM FÔLEGO (WONDERSTRUCK, Todd Haynes)
Quer fazer um teste de QI nos seus filhinhos cinéfilos? Basta levá-los para ver este filme LINDAMENTE bem-humorado sobre deficientes auditivos, estrelados por uma garotinha que se parece exatamente com a Simone Signoret. Se o seu pequenino gostar, eles são inteligentes. Se não, eles são estúpidos.

6 GRADUATION (Cristian Mungiu)
Este relato silenciosamente angustiante de corrupção e disfunção familiar na Romênia tem a intensidade de um Bergman e o humor de um Fassbinder... se ele tivesse sido hétero.

7 O MAGO DAS MENTIRAS (THE WIZARD OF LIES, Barry Levinson)
Um retrato alarmante do pânico e da negação dos bastidores da família Madoff sobre sua ganância. A atuação de De Niro é levada à perfeição como Bernie, e Michelle Pfeiffer está (francamente) surpreendente como sua esposa. Este não é um filme para a TV - pode dar a ambos um Oscar!


8 LADY MACBETH (William Oldroyd)
O exatamente oposto de "Corra!" - aqui os liberais brancos ruins realmente ganham. Viciosamente engraçado e talvez o filme mais malvado da década!

9 RODA GIGANTE (WONDER WHEEL, Woody Allen)
Um super jabá comercial impecavelmente bem atuado onde desce o Tennesse Williams no Woody junto com os "The Honeymooners" com um garotinho piromaníaco jogado na história para adicionar um sabor de "Tara Maldita". Pode falar o que quiser, mas o Sr. Allen nunca fez um filme ruim. E este é um dos melhores.



10 TOM OF FINLAND (Dome Karukoski)
Esta biografia suja, mas digna, estranhamente comercial, do artista que inspirou a cena de couro gay de hoje em dia é agora a entrada oficial do governo finlandês na corrida do Oscar estrangeiro em 2017. É o que eu chamo de pêndulo patriótico, e espero que vença!



Relembre os anos de 2008,2009,2010,2011, 2012, 2013, 2014, 2015 e 2016!!!

Aproveite e ouça a mixtape especial "This Filthy Shuffle" em homenagem aos 50 anos de carreira de John Waters.